Benefícios em penca

A banana é utilizada in natura, cozida, assada, em doces, compotas ou bolos. De fácil consumo, basta descascá-la para ter acesso a seus benefícios. É como fala a conhecida marchinha carnavalesca de Braguinha e Alberto Ribeiro: “banana, menina, tem vitamina, banana engorda e faz crescer”.
Trata-se de um alimento rico em carboidratos, que fornece energia de forma rápida ao organismo; em potássio, mineral importante para o bom funcionamento dos músculos, inclusive o cardíaco; e em vitamina B6, essencial para a formação de células do sangue e de substâncias para o cérebro. A fruta ainda é indicada para portadores de pressão alta que usam medicamentos diuréticos. A esses pacientes recomenda-se o consumo de duas bananas por dia, para ajudar na reposição do potássio eliminado na urina.
Versátil como ela só, imagine que a fruta pode ainda se tornar uma ‘vacina comestível’. É o que busca o cientista norte-americano Charles Arntzen. Ele trabalha no desenvolvimento de uma variedade de banana geneticamente modificada, que servirá de imunização contra a hepatite B. No futuro, a técnica levará a uma grande redução de riscos e custos em comparação com a vacinação tradicional. Além disso, é bem melhor saborear o alimento do que levar uma picadinha, não?

Não é para todos
Apesar das vantagens da fruta, alguns grupos devem ingerí-la com muita moderação. Entre eles estão os obesos e os diabéticos. A banana possui elevado índice glicêmico (IG), ou seja, faz o corpo produzir grande quantidade de insulina. Isso deve ser levado em conta porque a insulina é um hormônio que tem o poder de carregar o açúcar para dentro dos músculos na forma de glicogênio. Só que esses depósitos possuem capacidade limitada, o que faz com que todo o excesso de glicose no sangue seja convertido em ácidos graxos e triglicérides, que serão armazenados na forma de gordura. Quem sofre de insuficiência renal também precisa evitar o alimento, devido à grande quantidade de potássio existente nele e que, em excesso, é muito perigoso a esses pacientes.

Sem exagero
São vários os tipos de bananas. Entre os mais populares estão a maçã, a ouro e a prata. A mais magrinha é a prata: uma unidade média desta categoria possui 89 calorias, contra 114 da banana maçã e 158 da ouro. Mas não vá exagerar. Caso contrário poderá ver os ponteiros da balança subir. O ideal é consumi-la após o exercício.

Benefícios
Contendo três açúcares naturais: sacarose, frutose e glicose, combinados com fibras, a banana dá uma reserva instantânea de energia. Pesquisas provam que somente o consumo de duas bananas dão energia para 90 minutos de trabalho pesado.
Não admira que a banana seja o fruto mais consumido entre os atletas.
Mas esse não é seu único beneficio, elas nos ajudam a prevenir algumas doenças:

Depressão: De acordo com recentes estudos, a maioria das pessoas que habitualmente sofrem com depressões sentiram-se substancialmente melhor depois de comerem uma banana. Isto acontece porque a banana contém um tipo de proteína que o corpo converte em serotonina, substância que se sabe ajuda a relaxar e faz sentir melhor.         
Pressão Arterial: Este fruto tropical é muito rico em potássio e pobre em sal sendo perfeito para descer a pressão arterial.     
Cérebro: Em uma pesquisa realizada, foi comprovado que o potássio presente no fruto ajuda a melhorar a concentração.         
Dor de cabeça: Uma das maneiras mais rápidas de curar uma dor de cabeça é fazer uma batida de banana com mel. A banana acalma o estômago e com a ajuda do mel aumenta os níveis de açúcar no sangue enquanto o leite acalma e hidrata todo o teu sistema.
Cansaço matinal: Comer uma banana entre as refeições ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue elevados, combatendo o cansaço.
Úlceras: A banana é usada nas dietas contra as desordens intestinais pela sua textura suave e por causa de ser um fruto muito macio. É o único fruto que pode ser comido sem causar distúrbios mesmo nos casos mais graves. Ela também neutraliza a acidez excessiva e reduz a irritabilidade criando uma camada nas paredes do estômago. Controle de temperatura: Muitas culturas vêem à banana como um fruto ‘calmante’ porque consegue baixar a temperatura, quer física quer emocional. Na Tailândia, por exemplo, é hábito as mulheres grávidas comerem bananas para se assegurarem de que o seu filho nasça com a temperatura correta.  
Stress: O potássio é um mineral vital que ajuda a normalizar o batimento cardíaco, que auxilia a ida do oxigênio para o cérebro e que regula a repartição de água pelo corpo. Quando estamos estressados o nosso metabolismo altera-se reduzindo os níveis de potássio. Podemos ajustá-los com a ajuda deste fruto, rico em potássio.      
Cortes: De acordo com o ‘New England Journal of Medicine’, comer bananas regularmente pode reduzir o risco de morte por cortes até mais de 40%! Assim, a banana é um remédio natural para muitos males. Acrescentado só uma coisinha, a banana ajuda a ajustar o organismo no chamado ‘jet leg’. Para quem viaja de um continente para outro com muitas horas de diferença do fuso horário, comendo bananas, devido às propriedades do potássio, o organismo consegue ajustar-se mais depressa ao novo horário.

Agora, se você não se enquadra nas categorias que têm restrições à deliciosa fruta, saboreie e desfrute de seus benefícios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *