O SEU TERCEIRO TRIMESTRE (de 28 a 40 semanas)

Durante o sétimo mês o bebê inicia a sugar os dedos, soluçar e chorar. Ele também já pode perceber a  diferença entre doce e amargo, responder a estímulos dolorosos, à luz e ao som.

No oitavo mês o cérebro cresce rapidamente e a maioria dos sistemas está bem desenvolvida, mas os pulmões podem ainda estar imaturos. Se nascer nesta época, tem excelentes chances de sobreviver.

Com 36 semanas o peso chega a 2.500 g e inicia-se a deposição de gordura no sub-cutâneo, que confere aspecto mais arredondado ao bebê, com desaparecimento das rugas da pele de até então. A maturidade pulmonar já está adiantada e as chances de dificuldades  respiratórias ao nascimento são mínimas. O termo da gestação é atingido na 40ª semana, contada a partir da data da última menstruação.  O bebê está completamente desenvolvido e atinge a cerca de 3.500 g, dependendo de sua constituição étnica e genética. Mais encaixado na pelve, ele parece menos ativo do que nos meses anteriores, mexendo-se menos e está pronto para o parto.

O QUE VOCÊ PODE ESTAR SENTINDO

No último trimestre é comum que você sinta um maior desconforto devido ao aumento de tamanho e peso do bebê, causando dores lombares e pélvicas, além dos sintomas que você já vinha apresentando durante a gestação.

Sinais e Sintomas Físicos

°         Mudanças na atividade do bebê – mais contorções e menos chutes

°         Secreção vaginal mais intensa e mais mucóide

°         Aumento nas dores lombares e mais lentidão de movimentos

°         Maior desconforto e dores pélvicas

°         Estrias no abdômen devido ao estiramento da pele

°         Maior dificuldade para dormir

°         Fadiga, energia extra ou alternância entre as duas sensações

Sintomas emocionais

°         Maior excitação, ansiedade e apreensão

°         Sensação de que você está quase lá

°         Irritabilidade ou super sensibilidade

°         Impaciência e inquietação

°         Sonhos e fantasias sobre o bebê

°         Preocupação com a saúde do bebê

°         Expectativa quanto ao trabalho de parto e o nascimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *