Armazenagem das Células-Tronco do sangue de cordão umbilical de seu filho

Saiba a importância de guardar esse material e conheça o maior banco especializado nesse procedimento no Brasil.

O momento do parto é a única oportunidade de coletar o sangue do cordão umbilical de seu filho. Esse material que antes era descartado, hoje é tido como importante fonte de células-tronco.

Células-tronco são células que têm o potencial de originar tecidos ou órgãos do corpo humano.  Elas são responsáveis pela manutenção funcional do organismo por meio da substituição de células que vão morrendo ou perdendo sua função. É essa capacidade de regeneração e reparo que viabiliza a utilização de células-tronco no tratamento de diversas doenças.

As células-tronco do sangue de cordão umbilical são adultas (não embrionárias). Por isso não existe nenhuma questão ética quanto a sua utilização científica e terapêutica.  É importante ressaltar que as células-tronco do sangue do cordão umbilical levam vantagens em relação às da medula óssea de um adulto. Por serem mais jovens, as células do sangue do cordão umbilical são mais “poderosas”, possuem maior capacidade de regeneração, são colhidas do cordão e da placenta que seriam descartadas e, portanto, não levam riscos para sua obtenção e não são submetidas a fatores ambientais que impeçam o seu uso no futuro, já que estarão armazenadas em segurança.

Atualmente, as células-tronco do sangue de cordão umbilical são utilizadas no tratamento de todas as doenças nas quais as células-tronco da medula óssea têm aplicação terapêutica (Portaria GM/Ministério da Saúde N. 2.600, de 21 de outubro de 2009). Existem diversos estudos clínicos em andamento com as células-tronco do Sangue de Cordão Umbilical Autólogo para outras aplicações como, por exemplo, paralisia cerebral, diabetes tipo I e encefalopatia hipóxico-isquêmica.

A Cryopraxis é o primeiro banco de sangue de cordão umbilical privado do Brasil e foi criada em 2001 a partir da experiência de mais de 10 anos adquirida por um grupo de pesquisadores na área de transplante e manipulação de células-tronco. Com capacidade para 40 mil amostras, a Cryopraxis já conta com mais de 18 mil clientes com células-tronco armazenadas. É a maior reserva do Brasil com mais de 60% do mercado.

O procedimento de coleta da Cryopraxis é diferenciado e visa alcançar a quantidade máxima de sangue de cordão umbilical coletado. Os materiais utilizados e a metodologia de coleta fazem com que a Cryopraxis obtenha em média uma quantidade de sangue superior aos padrões internacionais. A Cryopraxis teve média de 101 mL de volume coletado em 2009*, muito acima dos 71 mL** que é a média encontrada na literatura internacional.

Além da busca incessante da excelência no processo de coleta e armazenagem do sangue de cordão umbilica, a Cryopraxis investe e participa ativamente de projetos de pesquisa e desenvolvimento com células-tronco, porque acredita que o futuro da medicina está na terapia celular. É por esse motivo que a Empresa conta com uma plataforma de desenvolvimento de novas aplicações da terapia celular – A Cellpraxis.

Nesse momento, Cellpraxis está trabalhando no protocolo de Terapia para pacientes com Angina Refratária Classe IV, ou seja, aqueles com dores no peito, diárias e constantes, que limitam suas atividades habituais e não possuem tratamento disponível. O objetivo do estudo é oferecer uma terapia alternativa a todos os que sofrem dessa doença e não respondem ao tratamento convencional.

O assunto tratado neste artigo é ainda muito novo e, por isso, apresenta novas possibilidades e discussões a todo momento. Para se interar mais, é muito importante que você fale com seu médico, ele é a pessoa ideal para esclarecê-lo ainda mais sobre o tema.

*Média de Janeiro a Maio de 2009 / ** Honohan A et al.. Microbial contamination of cord blood stem cells. Vox Sanguinis. 2002;82:32-8.

TABELA PARA INFOGRÁFICO

Passo-a-passo do serviço

1. A família contrata o serviço ANTES DO NASCIMENTO DO BEBÊ;

2. A família comunica o momento do parto à Cryopraxis ;

3. No momento do parto, um profissional habilitado pela Cryopraxis realiza a coleta do sangue de cordão umbilical de forma indolor, tanto para a mãe quanto para o bebê;

4. O material é devidamente acondicionado e transportado por veículo exclusivo da Cryopraxis;

5. O material é recebido e registrado nas dependências da empresa;

6. O material registrado é então processado, congelado e armazenado em tanques de última geração localizados em área de segurança máxima na Cryopraxis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *