Limpe os olhos de bebê sem machucá-los

Irritações, conjuntivite, inflamações são algumas doenças oculares que podem tanto acontecer com um adulto como com um bebê. Mas como os olhinhos do neném são muito delicados, muitas vezes, as mães e os pais ficam com medo de limpá-los. Mas é muito importante que saibam que deve haver higiene no local desde cedo.

A falta de limpeza pode levar as infecções, como conjuntivites ou blefarites. Ambas trazem desconfortos aos bebês, deixando as pálpebras avermelhadas, havendo coceira e secreção excessiva.

Para evitar qualquer problema, é necessário manter a limpeza dos olhos do bebê. A hora mais propicia é na hora do banho, pois caso haja alguma secreção, fica mais fácil removê-la, com um chumaço de algodão umedecido em água morna.

Evite
Os pais devem tomar cuidados com certos tipos de medicamentos, é importante lembrar que o bebê ainda é muito sensível a certo tipo de produto.
Água boricada: deve ser evitada, pois pode provocar a formação de cristais e irritar ainda mais a área.
Cotonete: deve ser evitado, pois qualquer movimento brusco do bebê pode causar ferimentos.
Colírio: este é um medicamento e não deve ser usado para fazer a higiene dos olhos do bebê.

Dicas para fazer a higienização

Segue passo-a-passo, a melhor maneira para fazer a limpeza dos olhos do bebê:

– A limpeza dos olhos deve ser feita uma vez por dia, durante o banho.

– Antes de colocar o bebê na banheira, umedeça um chumaço de algodão na água morna e passe da pálpebra em direção aos cílios. Troque o algodão antes de fazer a limpeza do outro olho.

– Com o nenê dentro da banheira, massageie a região que vai do canto interno do olho à narina com o seu dedo indicador, sempre de cima para baixo e fazendo uma ligeira pressão. Repita duas vezes de cada lado.
– Na hora de enxugar os olhos, embrulhe o seu dedo indicador em uma toalha macia e pressione suavemente contra a pálpebra, sem esfregar.

– Para tirar a secreção que se forma no cantinho, use uma gaze dobrada ao meio e umedecida em água morna. Troque a gaze para não contaminar o outro olho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *