Quarto pequeno, mas sem aperto

As mamães costumam pensar no quarto do bebê, em algo grande, espaçoso, confortável, cheio de detalhes, mas muitas vezes não tem esse espaço para fazer o quarto dos sonhos. Mas para se ter um quarto desses, muitas vezes não é preciso ter um espaço grande, pode ser feito muitas coisas em um pequeno espaço.
Basta saber decorar um quarto pequeno, mas sem deixá-lo apertado.

Chegou à hora de pensar na organização do quarto do bebê.
Precisamos antes de qualquer coisa, verificar o tamanho do espaço disponível e a quantidade de objetos necessários e suas dimensões, para organizarmos a distribuição no quarto.

Vamos começar com uma listagem básica de móveis:
– Berço (que poderá ser substituído por uma cama futuramente)
– Armário baixo tipo cômoda gaveteiro, para as roupinhas (a parte superior pode ser usada como trocador)
– Poltrona fixa ou de balanço (para amamentação)
E se houver espaço suficiente um sofá cama (opcional). Podemos pensar também em uma bonita estante, para acomodar os brinquedos.
A principio deve-se imaginar que a circulação entre os móveis precisa ser fácil, sem bordas pontiagudas que possam criar acidentes. Lembre-se que o bebe vai crescer rápido, e devemos evitar móveis baixos que facilitaria o acesso a remédios e produtos de higiene. Devemos nos preocupar também com a proteção das tomadas,  e evitar abajures com fiação aparente.

Tomando como exemplo um quarto com as dimensões 3m x 2,80m, se a porta abrir para o lado esquerdo, e a janela for de frente para porta no centro da parede de 3m, poderíamos fazer a distribuição da seguinte forma:
Colocamos a cômoda na parede a esquerda próxima à janela. Na parede oposta, a poltrona ao lado direito da janela e o berço mais protegido do ar circulante, encostado na parede direita com o espaldar do lado da parede da porta. Com esse arranjo, teremos uma circulação agradável e prática.
O berço do bebê estará protegido, e a cômoda ficara em um ponto bem acessível a chegada do banho para vestir. A estante poderá ser fixada em cima da cômoda, aonde poderão ser acomodados os vários produtos do dia a dia do bebê.

Agora cuidaremos dos detalhes decorativos…
A cor base escolhida devera se repetir de forma coordenada, nos tecidos da poltrona, colcha, almofadinha do berço e da cortina.
O tom das madeiras devera ser claro para ampliar o espaço visual. Existem muitas opções de papel de parede, mas uma bela pintura esponjada também dará um charme a mais. Lembre-se que a simplicidade tornara o ambiente leve e amplo.
A iluminação central poderá ser com spot triplo, que iluminara ao mesmo tempo
os três pontos mais importantes (berço, cômoda e poltrona), também podemos criar um ambiente com uma iluminação suave, para ser acesa a noite quando o bebê estiver dormindo. Existem abajures pequenos lindos, ou uma arandela de parede especial.
Uma parte muito importante e a escolha do material do piso,  que deverá ser de preferência emborrachado para fácil limpeza. Os carpetes de madeira também são muito práticos, evitar, porém tapetes, e qualquer elemento escorregadio e alérgico.

Fazer de um quarto pequeno em um quarto confortável não é nada difícil, basta ter criatividade e boa vontade. Portanto não se desespere se tiver apenas um pequeno espaço para seu filho lhe garanto que se tudo estiver arrumado, será um ótimo lugar para descansar e passar boas horas com ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *