Pai separado – cuidar dos filhos sozinho

A maternidade só pode ser uma experiência solitária, quando não há ninguém com quem compartilhar um momento especial da vida de seu filho. Mas, independentemente das circunstâncias, ser pai é também uma experiência extremamente gratificante.

A paternidade por si própria pode ser completamente desanimadora. A maioria dos pais acham que têm de aprender algumas habilidades novas e,  combinando com trabalho a tempo inteiro, pode se sentir  com muito pouco tempo para você.

A separação dos seus filhos

Para muitos pais, a separação da família significa passar muito menos tempo com os seus filhos. Eles acham que os seus pais estão comprimidos em algumas horas, ou dias da semana e não são capazes de ter a experiência familiar quotidiana que tinham anteriormente. Para alguns pais, isso funciona, mas, para a maioria, pode ser frustrante e doloroso.

Se você não vê os seus filhos tanto quanto deseja, deve tentar se concentrar no que você é capaz de lhes dar, e não no que não pode dar. Se você ajustar o seu tempo, por mais curto que seja, será uma grande alegria para eles e será valioso para o seu desenvolvimento.

Tente encontrar atividades para fazer com eles. As crianças adoram:

  • Cozinhar
  • Ir ao parque
  • Jogar vários jogos
  • Visitar a biblioteca
  • Pintar, colar e colorir

As crianças mais velhas podem gostar de:

  • Ir ao cinema
  • Construir websites
  • Praticar dessporto

Os adolescentes podem simplesmente gostar da oportunidade de compartilhar algum tempo com você e saber que você está lá para eles quando eles precisam de você.

Estar na posição de não ser capaz de passar tempo nenhum com os seus filhos pode ser extremamente dolorosa. Tente falar com outros pais na mesma situação. Escrever um diário sobre os seus sentimentos para com os seus filhos pode ajudar, e, se você tiver a oportunidade, encontrar formas de lhes mostrar que você está pensando neles, mesmo que você não obtenha resposta.

Lidar com os seus sentimentos

Alguns homens são educados para manter as emoções negativas em segredo. Mas a separação da família geralmente traz consigo alguns sentimentos muito poderosos, tais como:

  • Dor
  • Perda
  • Raiva
  • Culpa
  • Incerteza

É importante que você lide com estes sentimentos de modo que eles não o consumam e assim você poderá ser o melhor pai que você pode ser. Tente lidar com os sentimentos de raiva através da realização de análises físicas e não tenha medo de falar com alguém se estiver se sentindo em baixo. Se os seus sentimentos começam a pesar-lhe, converse com o seu médico de família ou mesmo um psicólogo.

Prestação de cuidados no dia-a-dia

Muitos pais fornecem a maior parte ou todos os cuidados diariamente aos seus filhos. Alguns têm vindo a fornecer a maior parte dos cuidados antes da separação, mas outros encontram-se dentro da situação de forma totalmente inesperada. Assumir a maioria ou todos os cuidados pode significar que você precisará fazer algumas mudanças em torno de seu trabalho. Você também pode achar difícil ter que entrar num mundo que é mais voltado para as mães. As escolas, os médicos e as redes de apoio tendem a ser criadas com as suas necessidades em mente.

É importante que você cuide de si fisicamente e arranjar tempo só para si. Uma noite com os amigos regulares vai ajudar a relaxar, impede que você se sinta isolado e melhora o seu humor. Participar num clube desportivo não será apenas uma boa diversão, isso vai ajudar você a ficar em boa forma. Tente falar com pais em situação semelhante de modo a que você tenha pessoas para apoiá-lo.

Jovens pais

Ser um pai separado jovem pode ser difícil. Muitos sentem que são excluidos da vida do seu bebé antes mesmo de ter uma hipótese de mostrar o que podem fazer. Ser pai jovem também pode ser muito assustador e você pode sentir que é melhor para todos se você deixar a mãe do seu bebé  lidar com isso sozinha. Tente se envolver e estar preparado para aprender, pois vai oferecer a você e ao seu bebé algo especial, tanto agora como no futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *