DESCUBRA COMO PREVENIR E TRATAR AS ASSADURAS NO BEBÊ

A assadura deixa a pele avermelhada, inchada e que causa um grande desconforto e mal-estar ao bebê.
De acordo com a dermatologista, Vanessa Penteado (CRM-SP-95309), Médica da Clínica Pantheon, a demora na troca de fraldas e o uso de produtos não apropriados para a pele do bebê favorecem o surgimento da dermatite das fraldas. “A umidade da fralda suja favorece a absorção das toxinas irritantes a pele do bebê. Já a fricção ajuda a esfolá-la. A falta de luz solar e o calor contribuem para a proliferação de alguns fungos que também podem provocar assaduras”, explica a dermatologista.
Fralda de pano ou descartável? Usar amido de milho (maizena) ajuda na prevenção?
Essas são as maiores dúvidas dos pais quando bebê está com assadura. Medidas simples podem contribuir para o desaparecimento da pele avermelhada. A primeira prevenção ainda é trocar frequentemente a fralda do seu bebê.
“Não existe uma regra para a troca em relação às assaduras. Porém, quando a criança atinge dois anos, ela passa a ter hábitos alimentares que podem desencadear a dermatites das fraldas. O tipo de comida que o bebê consumir pode contribuir para a liberação de substâncias irritantes a pele”, alerta a médica.
Enquanto a fralda ser de pano ou descartável, a escolha é dos pais. A fralda descartável é responsável pela diminuição dessas lesões nos bebês, já as de pano também causam menos dermatite, elas deixam a região mais arejada e irrita menos a pele.
Em relação aos lenços umedecidos, os pais devem saber que a pele do bebê é muito sensível a qualquer produto que contenham substâncias químicas ou que possam deixar resíduos na pele. Os lenços devem ser usados o mínimo possível. A higiene diária do bebê deve ser feita com água morna e algodão. Use o sabonete líquido apropriado para a pele do bebê, caso for necessário.
“Os cremes preventivos, a base de óxido de zinco são essenciais para prevenir as assaduras. Eles funcionam como uma barreira mecânica as substâncias provocadas pela irritação. Toda vez que for possível, procure deixar o seu filho por alguns minutos sem fralda e evite que o seu bebê consuma alimentos com grandes quantidades de ácidos”, orienta a dermatologista, Vanessa Penteado.
Quando chegar o verão a frequência das trocas de fraldas deve aumentar, pois o bebê precisa de mais líquido e acaba mamando em intervalos menores. O ideal é manter a higiene adequada, com a troca da fralda diária e usar um antiassaduras.
Existe tratamento para assadura?
Para o alívio dos pais e das crianças, o melhor tratamento para assadura são os cuidados diários.
Independente da causa lave bem a região afetada com água morna e sabão neutro ao dar banho no bebê. Na hora de colocar a fralda, faça a higiene com 120 ml de água morna e uma colher de sopa de bicarbonato de sódio. Procure não esfregar com força o algodão, passe levemente para não machucar o bebê. Em casos mais graves, procure um médico. Somente ele poderá prescrever as pomadas específicas, como as antimicóticas ou recomendar a troca do tipo ou da marca da fralda do seu bebê.
Cuidados diários com o bebê
Conheça algumas dicas para cuidar da pele do seu bebê e evitar a assadura:
-Utilize as fraldas de material hipoalergênico e de preferência marcas confiáveis e de qualidade
– Troque a fralda a cada evacuação ou urina
– Mantenha a área genital sempre limpa e seca
– Utilize produtos que formam barreiras protetoras contra assadura
– Não friccione durante a higienização
– Evite utilizar pós e talcos
– Se quiser, pode deixar seu bebê sem fralda por alguns minutos para que a pele fique exposta ao ar.
– E não se esqueça de que a prevenção de assaduras é feita por meio da higiene e pela troca frequente de fraldas.

Fonte – Dermatologista Vanessa Penteado – CRM- SP- 95309, Médica da Clínica Pantheon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *