SAIBA QUAIS ALIMENTOS PODEM COMBATER CELULITE

Alimentos menos calóricos e mais ricos em vitaminas, fibras e minerais são bem vindos, pois são reguladores do processo de produção de energia, além de diminuir a absorção de gordura dos alimentos e controlar a regeneração de tecidos, mantendo a pele mais saudável, tonificada e longe das celulites, explica a nutróloga e médica ortomolecular Liliane Oppermann
Combater a celulite é difícil, mas não é impossível, uma alimentação saudável aliada à atividade física pode ajudar a resolver o problema.
Para quem não sabe existem alimentos que podem ajudar a combater a celulite, não custa tentar, não é mesmo?
Invista no Ferro
Além de prevenir a anemia, as verduras, hortaliças e alimentos ricos em ferro devem estar presentes em sua mesa porque a carência deste mineral favorece o surgimento de celulites.
Consuma pouco sal
Reduza o consumo de sódio, que não está presente apenas no sal de mesa, ele também é encontrado em produtos embutidos e pré-cozidos. Em vez de sal refinado, que favorece a retenção de líquidos, use o sal grosso, que contém dezenas de minerais e proporciona mais sabor em menor quantidade.
Arroz integral: Contém fibras, vitaminas do complexo B e minerais (magnésio e cromo), favorecendo a digestão do açúcar e o funcionamento do intestino.
Aveia: rica em silício reorganiza as fibras de sustentação da pele e previne a formação dos furinhos.
Azeite de oliva extravirgem: Tem ação antiinflamatória, ou seja, combate os edemas acarretados pela celulite. Associado ao azeite de linhaça torna-se mais potente.
Chás
A sálvia e o chá verde são plantas medicinais eficazes para eliminar os líquidos e as toxinas. Outras ervas medicinais que ajudam a eliminar a celulite são a menta e o espinho branco.
Castanha-do-pará: Carrega selênio, um importante antioxidante contra o envelhecimento das células.
Folhas verde-escuras: Fonte de clorofila, melhora a circulação e desintoxica o organismo.
Dicas para prevenir a celulite no dia-a-dia
-Não use roupa apertada, nem muito justa, especialmente na cintura.
-Não use meias ou botas apertadas, nem saltos muito altos
-Quando a distância o permitir, esqueça os transportes e vá a pé.
-Evite o elevador.
-Se puder, pratique natação ou ande de bicicleta.

Fonte- Nutróloga e Médica Ortomolecular Liliane Oppermann

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *